•  
  • Catálogo de Produtos
  • Serviços
  • Softwares & Actualizações
  • Documentação & Downloads

Esquemas de ligação à Terra em baixa tensão

A escolha correcta dos elementos de protecção de uma instalação eléctrica, minimiza ou elimina por completo o risco de incêndio, explosão ou choques eléctricos decorrentes do seu uso.
O esquema de ligação à Terra, é um aspecto fundamental a ter em conta.
A Norma IEC 60364 estabelece a forma de ligação do neutro e a forma de efectuar as massas. O esquema de ligação à terra utilizado, limita a escolha das protecção para garantir a protecção de pessoas contra contactos indirectos.

A escolha do esquema de ligação depende de vários critérios como, as condições de funcionamento, a protecção de pessoas e bens, instalações com risco de incêndio ou explosão, continuidade de serviço ou compatibilidade electromagnética.
Com base nos critérios anteriores, podem ser definidos 3 diferentes tipos de esquemas de ligação à terra e são identificados por 2 letras:
A primeira letra indica a situação da alimentação em relação à terra, a segunda indica a situação das massas da instalação eléctrica emrelação à terra, ou seja:

Primeira letra:
T- Ligação directa de um ponto à terra
I- Isolamento de todas as partes activas em relação à terra ou ligação de um ponto à terra por meio de uma impedância

Segunda letra:
T- Massas ligadas directamente à Terra, independentemente da eventual ligação à terra
N- Ligação eléctrica directa das massas ao ponto da alimentação ligado à terra.
 Regime TTRegime TN-C-SRegime IT
Técnica funcionamento
Abertura ao primeiro defeito.
Abertura ao primeiro defeito.
Sinalização do primeiro defeito. Abertura do segundo defeito.
Técnica de protecção
Ligação de todas as massas metálicas à terra.
Ligação de todas as massas metálicas à terra. Distribuição uniforme das terras.
Ligação de todas as massas metálicas à terra. Abertura ao segundo defeito.
Abertura do circuito para protecção de pessoas
Por interruptores diferenciais.
Por protecção de sobreintensidade. *
Por protecção de sobreintensidade.
Usos
Geral, rede de distribuição.
Instalações temporárias e de emergência.
Salas de operação, processos industriais e instalações que exijam continuidade de serviço.
Aplicação
Indicado para locais com risco de incêndio e explosão
TN-C desaconselhado se existirem harmónicas (terceira ou múltiplas ), pois podem provocar uma falta de equipotêncialidade no condutor PEN e nas
estruturas metálicas.
Indicado para locais com risco de incêndio e
explosão
* diferenciais somente como complemento, quando o defeito não é suficiente para fazer o disparo das protecções de sobreintensidades.